18 de fev de 2010

Muricy Não é Mais o Técnico do Palmeiras

Após duas reuniões ocorridas a pouco entre dirigentes e conselheiros do clube com o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, ficou decidido que Muricy Ramalho não será mais o comandante da equipe alvi-verde.

Foram apenas 6 meses de trabalho. Apesar do pouco tempo, o treinador enfrentou diversas situações atípicas. Assumiu a equipe na liderança do Brasileiro do ano passado, chegou a estar com 10 pontos de vantagem sobre o 2º colocado. Porém, viu sua equipe cair de rendimento e encerrar o nacional sem ao menos uma vaga na Libertadores deste ano.

Apesar do excelente histórico do treinador, a verdade é que ele não realizou nem um terço da sua capacidade sob o comando do Palmeiras.

Mesmo encerrando 2009 com um desempenho ruim, o tri campeão brasileiro foi mantido no cargo.

Aí está o motivo que me leva a pensar em uma atitude errada da diretoria palmeirense. Todos sabem da capacidade de Muricy, no entanto, o treinador não tinha em suas mãos um elenco de qualidade. Se um jogador importante precisa ficar de fora de alguma partida, não tem nenhuma peça de reposição, portanto, o treinador não poderia fazer milagres.

Se a diretoria optou por manter o treinador em 2010, é porque confiava em seu projeto e sobretudo, estava ciente das limitações do elenco. Já que também fez poucas contratações, que por sinal, não surtiram grandes efeitos. Está claro que o maior problema do Palmeiras é a falta de jogadores, principalmente atacantes. Os que lá estão não conseguem manter uma boa média de gols, exceto Diego Souza. Portanto, Muricy, na minha opinião, é o menos culpado dessa fase ruim do Palmeiras. Acredito que com o tempo ele iria conseguir acertar esse limitado elenco.

Além do mais, o time está sem confiança, com baixa autoestima, e essa demissão agora, abala emocionalmente ainda mais os jogadores, as vésperas de um clássico importante contra o São Paulo no domingo. A diretoria poderia esperar, pelo menos, essa partida para tomar uma decisão tão séria. Agora eu quero só ver quem será contratado, se o novo treinador terá mais capacidade que Muricy para tirar o Verdão desta situação.

Em 34 jogos à frente do Palmeiras, foram 13 vitórias, 11 empates e 10 derrotas. Um desempenho medíocre para um treinador de tanta qualidade.

Forte Abraço a Todos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário