2 de jul de 2010

O sonho do Hexa ficará para 2014

Infelizmente nossa seleção será obrigada a fazer as malas e voltar para casa. A derrota para a Holanda de virada acabou com o sonho da torcida brasileira de soltar o grito de Hexa Campeão.

Hoje aconteceu uma situação que eu jamais imaginei.

Normalmente um time ganha quando é competente no campo de ataque. Hoje a Holanda venceu porque foi impecável na marcação.

Os dois lances que resultaram nos gols da Holanda foram de bola parada, sendo que um deles foi contra.

No final do jogo, os holandeses chegaram a atacar com cinco jogadores contra o Júlio Cesar, e não tiveram a capacidade de balançar a rede.

Pelo lado do Brasil, o pouco futebol apresentado por Luis Fabiano, Kaká e Robinho, principalmente no segundo tempo, foi fundamental para a derrota. Essa seleção é muito carente de jogadores talentosos. Portanto, quando nenhum desses três, que eram quem poderia ter criado as jogadas, não fazem, a equipe toda sente.

Robinho, no primeiro tempo, até aparentou estar num dia inspirado, fez um golaço. No entanto, a marcação dura do time holandês ofuscou seu futebol no decorrer da partida.

O Brasil não teve espaço para jogar praticamente em nenhum setor do campo. Mal um jogador brasileiro dominava a bola e já aparecia alguém de laranja para atrapalhar.

A expulsão infantil de Felipe Melo, que até fazia uma boa partida, de maneira inocente, a falta de um jogador de talento no banco de reservas, capaz de entrar e dar conta do recado, foram fatores que contribuiram para a eliminação.

Com isso, não existe outra alternativa, se não apontar o Dunga como principal responsável por esse fracasso. Todos sabiam que esse erro, teria consequências.

Muitos alertaram sobre o temperamento do camisa 5, que a qualquer momento poderia deixar a equipe na mão, como aconteceu hoje, por conta de uma atitude irracional. Muitos também falaram sobre a falta de um reserva a altura. Copa do Mundo é momento. Certamente o "ex" comandante brasileiro sentiu na pele a falta de um jogador confiável.

Porém, agora já passou. Cabe a nós brasileiros 'secar' nossos hermanos argentinos nessa Copa do Mundo, pois dificilmente alguém será capaz de impedi-los de erguer a taça pela terceira vez em sua história.

O importante agora é já pensar em 2014, quando o Brasil receberá o Mundial. Aí sim, será obrigação a amarelinha receber mais uma estrela em seu escudo. E quando chegar lá, eu espero poder viver muitas histórias de perto para poder contar. Que Deus nos ajude!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário