12 de mai de 2010

Coerência na lista dos 23 convocados?

Ontem foi revelada a lista de jogadores que o técnico Dunga convocou para a disputa do Mundial na África do Sul.

Em sua entrevista coletiva logo após a divulgação dos 23 nomes, a palavra que mais ouvimos foi COERÊNCIA.

O maior questionamento girou em torno de basicamente quatro nomes. Ronaldinho Gaúcho, Paulo Henrique Ganso, Neymar e Adriano.

Em relação ao atacante do Flamengo, não tenho o que discordar. O imperador fez um curso de como ser barrado para Copa do Mundo. As faltas constantes nos treinamentos, escândalos que a mídia divulgou, foram corretamente punido pelo comandante da seleção.

Aí aparece o primeiro problema. Em seu lugar, entrou o ex-são paulino Grafite. A boa fase do jogador foi vivida na temporada passada, quando acabou o campeonato alemão como artilheiro. Atualmente Grafite não vive seu melhor momento, além do que, tratando-se em participação no grupo, o atleta do Wolfsburg foi chamado apenas duas vezes.

Justamente onde se encontra a outra brecha. A justificativa pela não convocação de Neymar e Ganso foi que os meninos nunca atuaram pela seleção principal.

Dunga lembrou que os jogadores do Santos eram reservas no final do Brasileiro. E quanto ao Doni, Julio Baptista e Kléberson que, hoje, não são os titulares em suas equipes?

O momento, que principalmente Ganso vive é especial, digno de ser convocado para disputar uma Copa do Mundo.

No Milan, Ronaldinho Gaúcho reencontrou SIM o bom futebol. Pode não ser o mesmo dos tempos de Barcelona, mas certamente o futebol alegre de Ronaldinho poderia contribuir, e muito, para o Brasil.

O fato é que agora já foi. Nos resta se contentar com o futebol tático, ao invés do futebol arte e bonito que jogadores mais talentosos poderiam nos proporcionar.

O importante é acreditar. Se Dunga confia naqueles que lá estarão, vamos no embalo e fazer o mesmo.

E que o Brasil faça uma excelente campanha, e Dunga cale a boca de todo mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário