19 de nov de 2009

Desastre Palmeirense

Realmente as coisas não andam nada boas pelos lados do Palestra Itália. A equipe segue em queda livre neste Brasileirão. Ontem mais uma derrota. 2X0 para o Grêmio.

O pior, acabou nem sendo a derrota em si, que já foi horrível para o Palmeiras. A troca de tapas e socos entre Obina e Maurício expressou bem o ambiente da equipe de Muricy Ramalho que vive um momento de crise, o elenco mostra estar com os nervos à flor da pele, e a solução parece estar longe de ser encontrada.

A briga entre os dois jogadores gerou a demissão de ambos, anunciada ontem mesmo pela diretoria alvi-verde. Na minha opinião, uma punição muito rígida. Os jogadores estavam de cabeça quente, a equipe tomou um gol já nos acréscimos, e é claro que ninguém queria perder. A atitude da diretoria pode piorar ainda mais o ambiente entre os jogadores. Pelo fato dos outros atletas poderem não concordar com tal decisão e ficarem desanimados, pois ninguém gosta de perder um companheiro de trabalho.

Ta certo que os dois jogadores prejudicaram, e muito, o Palmeiras que mesmo com a derrota parcial, tinha a chance de reverter o placar, até porque jogou bem no 1º tempo. Mas depois, jogando com 8 na linha, a preocupação ficou em não sofrer uma goleada. Ainda que a equipe conseguiu segurar bem o time do Grêmio, tomou um gol que poderia ter sido evitado. Marcão e Armero bateram cabeça, falharam feio e Maxi Lopez agradeceu.

Com essa derrota, a situação do Palmeiras ficou complicada, se São Paulo e Flamengo vencerem Botafogo e Goiás, respectivamente, o time de Palestra Itália da adeus a briga pelo título. Por pior que esteje a situação do Palmeiras, a equipe depende de si própria para no mínimo garantir uma vaga na Libertadores, o que é pouco para um clube que era forte candidato ao título.

No final de semana a bola continua rolando. É só aguardar para ver no que vai dar. Até rimou. rsrsrs

Forte Abraço a Todos!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário